Click here to close now.

Welcome!

IBM Cloud Authors: Elizabeth White, Lori MacVittie, Jnan Dash, Kevin Benedict, Dana Gardner

News Feed Item

Lenovo informa resultados do terceiro trimestre de 2012/2013

A Lenovo Group informou hoje os resultados de seu terceiro trimestre fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2012. No seu melhor trimestre, a Lenovo continuou a superar o mercado em todas as regiões com recorde em vendas, rendimento bruto e lucros. A Lenovo continua seu esforço para se tornar a maior fabricante mundial de computadores pessoais (PC) e líder mundial emergente de dispositivos PC Plus, com outro recorde de vendas trimestrais de US$ 9,4 bilhões, um crescimento de 12% em relação ao ano anterior.

Por 13 trimestres consecutivos, a Lenovo foi a empresa de computadores que mais cresceu. A Lenovo também foi reconhecida pelo IDC como o terceiro maior fabricante do mundo de "dispositivos conectados inteligentes", tais como tablets, computadores e smartphones. Ao mesmo tempo, a Lenovo teve outro trimestre com rendimento bruto recorde de US$ 246 milhões, demonstrando que tal crescimento rápido está sendo alcançado enquanto os lucros aumentam.

Os rendimentos da Lenovo no terceiro trimestre também foram um recorde de US$ 205 milhões, um crescimento de 34% em relação ao ano passado, com margem bruta de 11,8%. O lucro bruto do terceiro trimestre fiscal cresceu 15% em relação ao ano anterior, chegando a US$ 1,1 bilhão, enquanto o lucro operacional do terceiro trimestre foi de US$ 243 milhões, um aumento de 26% em relação ao ano anterior. Os rendimentos básicos por ação no terceiro trimestre fiscal foram de 1,99 centavos de dólar ou 15,42 centavos de HK. As reservas líquidas de caixa em 31 de dezembro de 2012 totalizaram US$ 4,2 bilhões.

A estratégia ‘Proteger e Atacar’ da empresa – proteger as duas áreas de lucro de computadores comerciais globais e os negócios na China, enquanto ataca três grandes oportunidades de crescimento em mercados emergentes, produtos de consumo global e PC Plus, como smartphones, tablets e TVs inteligentes - continuou a produzir resultados. Neste trimestre, os negócios de ataque corresponderam a 50% dos lucros da empresa, um crescimento significativo em relação há quatro anos, quando a empresa lançou a estratégia, e as rendas de ataque foram de 32%. Também demonstrando o balanço da empresa, suas rendas de MIDH (Mobile Internet e Digital Home - Internet móvel e casa digital), que incluem negócios de smartphone, tablet e TV inteligente, representaram 11% do lucro da empresa neste trimestre, um crescimento de 77% em relação ao ano anterior. E pela primeira vez, o seu negócio de smartphones na China se tornou rentável.

Durante o terceiro trimestre fiscal, as exportações mundiais de computadores da Lenovo cresceram 7,9% para uma fatia de mercado histórica de 15,9%*, em um mercado difícil, que estava 7,8% mais baixo que o ano anterior. Este foi o 15º trimestre consecutivo que a empresa cresceu mais rápido que a indústria. A Lenovo ganhou pontos de participação em todas as regiões e em todas as categorias de produtos e em todos os segmentos de varejo correspondentes.

Enquanto o crescimento orgânico da empresa continua a direcionar a maior parte de seu sucesso, os acionistas devem observar que a Lenovo fechou joint venture e aquisições anunciadas nos últimos dois trimestres, incluindo sua parceria estratégica com a EMC, que inclui a joint venture com a Iomega; a aquisição da CCE, uma empresa líder de PC+ no Brasil, e sua aquisição da Stoneware, empresa americana de computação em nuvem. Mais do que isso, a empresa esclarece que a integração de todas as fusões e aquisições anunciadas nos últimos três anos estão bem encaminhadas, em muitos casos, antes do previsto.

A Lenovo realinhou recentemente suas organizações de desenvolvimento de produtos e cadeia de fornecedores criando dois novos grupos: o Lenovo Business Group, voltado para PCs mainstream, internet móvel e produtos digitais domésticos; e o Think Business Group, que vai se concentrar em produtos da marca Think com foco em consumidores sofisticados e empresas. Hoje, a Lenovo é duas vezes maior e muito mais diversa do que era quando sua estrutura foi estabelecida há quatro anos. Essa estrutura foi ideal ao apoiar negócios da Lenovo quando estava na maior parte do tempo concentrada nos negócios de PCs na China e PCs comerciais globais. Hoje, a empresa construiu um mercado forte de negócios para consumidores, mercados móveis e emergentes mundialmente, e essa mudança foi iniciada para direcionar desempenho contínuo em todos os segmentos, para estar à frente das necessidades dos consumidores, enquanto entrega velocidade, agilidade e inovação.

O Consumer Electronics Show (CES), recentemente concluído em Las Vegas, continuou a mostrar que a inovação é uma vantagem competitiva significativa e condutor do crescimento futuro para a Lenovo. A empresa recebeu um recorde de 50 prêmios no CES, incluindo diversos agradecimentos "Melhor do Show". Um portfólio robusto de produtos inovadores, como o IdeaCentre Horizon - um PC de mesa de 27 polegadas; ThinkPad Helix - o último PC conversível da Lenovo projetado para profissionais de negócios; e o smartphone K900, com processador Intel, estão bem posicionados para continuar a estimular a demanda de novos clientes e impulsionar o desempenho da Lenovo.

"Com a forte execução da nossa estratégia "Proteger e Atacar", a Lenovo não apenas atingiu recordes de renda, lucro e participação no mercado de PCs no último trimestre, como também nossos negócios de smartphones e tablets tiveram crescimento incrível. Mais do que isso, nossos negócios mundiais de tablets e smartphones na China se tornaram rentáveis", afirma Yang Yuanqing, presidente e diretor executivo do Lenovo Group. "Enquanto continuamos a entrar na era PC Plus, a Lenovo já estabeleceu uma base sólida. Nossa nova organização vai fornecer a estrutura para elevar nossos negócios diversificados e impulsioná-los para o próximo nível. Estamos confiantes de que podemos vencer por meio da diferenciação e seremos os líderes de inovação na era PC Plus".

VISÃO GEOGRÁFICA GERAL

  • A Lenovo China obteve US$ 4,1 bilhões em vendas consolidadas no terceiro trimestre fiscal, um aumento de 17% em relação ao ano anterior, responsável por 43% do volume total de vendas da empresa em todo o mundo. A estratégia PC Plus da Lenovo incentivou um desempenho excelente na China com crescimento de 83% da receita de MIHD e uma contribuição de 22% na receita da China. A empresa alcançou um importante marco com o smartphone na China, obtendo rentabilidade pela primeira vez. A Lenovo assumiu a posição de principal fornecedor na China, alcançando uma fatia de mercado de 36,7%, um aumento de 1,4 pontos em relação ao ano anterior. As vendas de computadores da Lenovo na China cresceram 2% no trimestre em relação ao ano anterior, um resultado significativo, considerando que o mercado de computadores na China caiu 2%.
  • Na região Ásia-Pacífico/América Latina, a Lenovo alcançou uma fatia de mercado de 11,3% no terceiro trimestre fiscal, um crescimento ligeiro em relação ao ano anterior. Em um mercado de computadores que caiu 9% em relação ao ano anterior, a empresa aumentou suas remessas de computadores em toda a região em 4%. A Lenovo continuou sua operação como o principal fornecedor de computadores no Japão. As vendas consolidadas de toda a região totalizaram US$ 1,7 bilhão para 18% das vendas mundiais da Lenovo, enquanto as margens operacionais continuaram a ser lucrativas.
  • A Lenovo na Europa, Oriente Médio e África aumentou 25% as suas remessas de computadores e tornou-se o segundo maior vendedor de computadores nestas regiões, com 11% de participação no mercado, um crescimento de 3,2 pontos em relação ao ano anterior. Este foi o primeiro trimestre que a empresa alcançou a posição número dois na região. Estas conquistas foram feitas apesar dos tempos difíceis de declínio geral da indústria nas remessas de 11% em toda a região. A empresa obteve vendas consolidadas de US$ 2,3 bilhões no terceiro trimestre, um aumento de 17% em relação ao ano anterior, e bom para 25% do total de vendas da Lenovo em todo o mundo.
  • As remessas de computadores da Lenovo na América do Norte no terceiro trimestre fiscal aumentaram 11% em relação ao ano anterior, em um mercado que caiu cerca de 7%. Nesse ambiente, a empresa aumentou 1,5 pontos de participação para uma quota recorde de mercado de 9%. As vendas consolidadas do segundo trimestre aumentaram 8% em relação ao ano anterior, indo para US$ 1,3 bilhão, ou 14% das vendas totais mundiais da empresa. Além disso, pela primeira vez na América do Norte, a Lenovo fez incursões significativas no espaço do consumidor sofisticado, levando uma grande fatia das vendas dos dispositivos conversíveis com Windows 8 - incluindo participação de 30% do mercado de US$ 700 e acima e participação de 45% do mercado de US$ 900 e acima.

VISÃO GERAL DO PRODUTO

  • As remessas de notebooks da empresa, em nível mundial, no trimestre, aumentaram 9,5% em relação ao ano anterior, o que ajudou a Lenovo a ganhar 2,6 pontos de participação e alcançar uma participação de mercado de 15,8%. Na indústria, as vendas de notebooks diminuíram 8,6% em comparação com o ano anterior. Os notebooks da Lenovo continuaram a ser o produto de maior contribuição para as vendas da empresa em todo o mundo, gerando 52% da receita total de vendas da Lenovo. As vendas consolidadas dos negócios de notebooks da Lenovo em todo o mundo, no terceiro trimestre fiscal, totalizaram US$ 4,8 bilhões, um aumento de 8% em relação ao ano anterior. Durante o terceiro trimestre, a Lenovo assumiu a indústria energeticamente, anunciando uma nova família de dispositivos conversíveis, toque otimizado para o Windows 8: os Yogas 11" e 13", o IdeaPad Lynx e o ThinkPad Twist. A Lenovo também anunciou o ThinkPad X1 Carbon Touch, acrescentando experiência de toque ao Ultrabook, líder executivo da indústria, e ao ThinkPad Twist, um dispositivo de negócios pronto que coloca uma nova variante no tablet tradicional conversível.
  • As vendas consolidadas mundiais de computadores de mesa (Desktop) da Lenovo tiveram um aumento de 1% no terceiro trimestre fiscal, em relação ao ano anterior, alcançando US$ 2,8 bilhões, ou 30% da receita total de vendas da Lenovo. As vendas mundiais de computadores de mesa da empresa aumentaram 5,8% no terceiro trimestre em relação ao ano anterior, em comparação com uma redução geral da indústria de 6,8% em nível mundial. Como resultado, a Lenovo ganhou 1,9 pontos de participação em relação ao ano anterior e alcançou um alto recorde de participação de mercado, de 16,1%. Durante o terceiro trimestre, a Lenovo anunciou seu novo IdeaCentre Q190, o menor computador de mesa completo do mundo - medindo apenas 22 mm (0,86 polegadas) de largura - e as mais recentes adições à família C-series tudo-em-um (AIO), com forte desempenho, acessível, e capacidades multimídia projetado para um envolvente entretenimento.
  • Como o segundo maior fornecedor de smartphones e tablets da China, o grupo MIDH da Lenovocontinua rapidamente a construir seu negócio. Com vendas consolidadas de US$ 998 milhões, um crescimento de 77% em relação ao ano anterior no terceiro trimestre fiscal, o MIDH contribuiu com 11% no total de vendas da empresa. A Lenovo ganhou uma participação de 4,7 pontos em smartphones no terceiro trimestre em comparação com o ano anterior para uma quota de mercado global de 12,3% na China. O negócio também alcançou rentabilidade. Durante o terceiro trimestre, a Lenovo anunciou que vai começar a vender smartphones na Rússia, além da Índia, Indonésia, Filipinas e Vietnã anunciados anteriormente. Estes cinco países, além da China, representam 44% da população mundial, e proporcionam à Lenovo uma presença forte das vendas nestas economias emergentes importantes.

SOBRE A LENOVO

A Lenovo (HKSE: 0992) (PINK SHEETS: LNVGY) é uma empresa de tecnologia pessoal de US$ 30 bilhões – a segunda maior empresa de computadores do mundo, atendendo clientes em mais de 160 países. Dedicados a produzir dispositivos de internet móvel e computadores excepcionalmente projetados, os negócios da Lenovo são criados a partir de inovação de produtos, uma cadeia global de suprimentos altamente eficiente e forte execução estratégica. Formada com a aquisição da antiga divisão de computadores da IBM pela Lenovo Group, a empresa desenvolve, fabrica e comercializa serviços e produtos tecnológicos fáceis de usar, seguros, confiáveis e de alta qualidade. Suas linhas de produtos incluem os lendários computadores de consumo da marca Idea e os computadores comerciais da marca Think, além de servidores, estações de trabalho e uma família de dispositivos de internet móvel que inclui tablets e smartphones. A Lenovo, uma empresa global Fortune 500, tem importantes centros de pesquisa em Yamato, no Japão, Pequim, Xangai e Shenzhen, na China, e Raleigh, na Carolina do Norte, EUA. Para obter informações adicionais, acesse www.lenovo.com.

*Veja os dados da IDC (International Data Corporation) – 4° trimestre de 2012

     

RESUMO FINANCEIRO

Para o terceiro trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2012

 

(em milhões de US$, exceto para dados de participação acionária)

 
 
 

Terceiro Trimestre
12/13

   

Terceiro trimestre
11/12

   

em relação ao ano anterior
CHG

 
Vendas 9.359     8.372     12 %
Lucro bruto 1.101     954     15 %
Margem de lucro bruto 11,8 %   11,4 %  

0,4

pt

Despesas operacionais (858 )   (761 )   13 %
Índice de despesas para receita 9,2 %   9,1 %  

0,1

pt

Lucro operacional 243     193     26 %
Outras despesas não operacionais 3     (1 )   NA  
Receita bruta 246     192     28 %
Tributação (46 )   (38 )   22 %
Lucro no período 200     154     30 %
Participação minoritária 5     (1 )   NA  
Lucro atribuível aos acionistas 205     153     34 %
Lucro por ação (centavos de US$)
Básica 1,99 1,50 0,49
Diluída 1,96     1,46     0,50  

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

More Stories By Business Wire

Copyright © 2009 Business Wire. All rights reserved. Republication or redistribution of Business Wire content is expressly prohibited without the prior written consent of Business Wire. Business Wire shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

@ThingsExpo Stories
To many people, IoT is a buzzword whose value is not understood. Many people think IoT is all about wearables and home automation. In his session at @ThingsExpo, Mike Kavis, Vice President & Principal Cloud Architect at Cloud Technology Partners, discussed some incredible game-changing use cases and how they are transforming industries like agriculture, manufacturing, health care, and smart cities. He will discuss cool technologies like smart dust, robotics, smart labels, and much more. Prepare to be blown away with a glimpse of the future.
The Internet of Things is not only adding billions of sensors and billions of terabytes to the Internet. It is also forcing a fundamental change in the way we envision Information Technology. For the first time, more data is being created by devices at the edge of the Internet rather than from centralized systems. What does this mean for today's IT professional? In this Power Panel at @ThingsExpo, moderated by Conference Chair Roger Strukhoff, panelists addressed this very serious issue of profound change in the industry.
Internet of Things (IoT) will be a hybrid ecosystem of diverse devices and sensors collaborating with operational and enterprise systems to create the next big application. In their session at @ThingsExpo, Bramh Gupta, founder and CEO of robomq.io, and Fred Yatzeck, principal architect leading product development at robomq.io, discussed how choosing the right middleware and integration strategy from the get-go will enable IoT solution developers to adapt and grow with the industry, while at the same time reduce Time to Market (TTM) by using plug and play capabilities offered by a robust IoT ...
SYS-CON Events announced today that BMC will exhibit at SYS-CON's 16th International Cloud Expo®, which will take place on June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City, NY. BMC delivers software solutions that help IT transform digital enterprises for the ultimate competitive business advantage. BMC has worked with thousands of leading companies to create and deliver powerful IT management services. From mainframe to cloud to mobile, BMC pairs high-speed digital innovation with robust IT industrialization – allowing customers to provide amazing user experiences with optimized IT per...
There will be 150 billion connected devices by 2020. New digital businesses have already disrupted value chains across every industry. APIs are at the center of the digital business. You need to understand what assets you have that can be exposed digitally, what their digital value chain is, and how to create an effective business model around that value chain to compete in this economy. No enterprise can be complacent and not engage in the digital economy. Learn how to be the disruptor and not the disruptee.
Internet of Things is moving from being a hype to a reality. Experts estimate that internet connected cars will grow to 152 million, while over 100 million internet connected wireless light bulbs and lamps will be operational by 2020. These and many other intriguing statistics highlight the importance of Internet powered devices and how market penetration is going to multiply many times over in the next few years.
It is one thing to build single industrial IoT applications, but what will it take to build the Smart Cities and truly society-changing applications of the future? The technology won’t be the problem, it will be the number of parties that need to work together and be aligned in their motivation to succeed. In his session at @ThingsExpo, Jason Mondanaro, Director, Product Management at Metanga, discussed how you can plan to cooperate, partner, and form lasting all-star teams to change the world and it starts with business models and monetization strategies.
The Internet of Things is not only adding billions of sensors and billions of terabytes to the Internet. It is also forcing a fundamental change in the way we envision Information Technology. For the first time, more data is being created by devices at the edge of the Internet rather than from centralized systems. What does this mean for today's IT professional? In this Power Panel at @ThingsExpo, moderated by Conference Chair Roger Strukhoff, panelists will addresses this very serious issue of profound change in the industry.
Business as usual for IT is evolving into a "Make or Buy" decision on a service-by-service conversation with input from the LOBs. How does your organization move forward with cloud? In his general session at 16th Cloud Expo, Paul Maravei, Regional Sales Manager, Hybrid Cloud and Managed Services at Cisco, discusses how Cisco and its partners offer a market-leading portfolio and ecosystem of cloud infrastructure and application services that allow you to uniquely and securely combine cloud business applications and services across multiple cloud delivery models.
In his General Session at 16th Cloud Expo, David Shacochis, host of The Hybrid IT Files podcast and Vice President at CenturyLink, investigated three key trends of the “gigabit economy" though the story of a Fortune 500 communications company in transformation. Narrating how multi-modal hybrid IT, service automation, and agile delivery all intersect, he will cover the role of storytelling and empathy in achieving strategic alignment between the enterprise and its information technology.
Buzzword alert: Microservices and IoT at a DevOps conference? What could possibly go wrong? In this Power Panel at DevOps Summit, moderated by Jason Bloomberg, the leading expert on architecting agility for the enterprise and president of Intellyx, panelists peeled away the buzz and discuss the important architectural principles behind implementing IoT solutions for the enterprise. As remote IoT devices and sensors become increasingly intelligent, they become part of our distributed cloud environment, and we must architect and code accordingly. At the very least, you'll have no problem fillin...
Growth hacking is common for startups to make unheard-of progress in building their business. Career Hacks can help Geek Girls and those who support them (yes, that's you too, Dad!) to excel in this typically male-dominated world. Get ready to learn the facts: Is there a bias against women in the tech / developer communities? Why are women 50% of the workforce, but hold only 24% of the STEM or IT positions? Some beginnings of what to do about it! In her Opening Keynote at 16th Cloud Expo, Sandy Carter, IBM General Manager Cloud Ecosystem and Developers, and a Social Business Evangelist, d...
Converging digital disruptions is creating a major sea change - Cisco calls this the Internet of Everything (IoE). IoE is the network connection of People, Process, Data and Things, fueled by Cloud, Mobile, Social, Analytics and Security, and it represents a $19Trillion value-at-stake over the next 10 years. In her keynote at @ThingsExpo, Manjula Talreja, VP of Cisco Consulting Services, discussed IoE and the enormous opportunities it provides to public and private firms alike. She will share what businesses must do to thrive in the IoE economy, citing examples from several industry sectors.
In his keynote at 16th Cloud Expo, Rodney Rogers, CEO of Virtustream, discussed the evolution of the company from inception to its recent acquisition by EMC – including personal insights, lessons learned (and some WTF moments) along the way. Learn how Virtustream’s unique approach of combining the economics and elasticity of the consumer cloud model with proper performance, application automation and security into a platform became a breakout success with enterprise customers and a natural fit for the EMC Federation.
SYS-CON Events announced today that the "Second Containers & Microservices Conference" will take place November 3-5, 2015, at the Santa Clara Convention Center, Santa Clara, CA, and the “Third Containers & Microservices Conference” will take place June 7-9, 2016, at Javits Center in New York City. Containers and microservices have become topics of intense interest throughout the cloud developer and enterprise IT communities.
SYS-CON Events announced today that the "First Containers & Microservices Conference" will take place June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City. The “Second Containers & Microservices Conference” will take place November 3-5, 2015, at Santa Clara Convention Center, Santa Clara, CA. Containers and microservices have become topics of intense interest throughout the cloud developer and enterprise IT communities.
With major technology companies and startups seriously embracing IoT strategies, now is the perfect time to attend @ThingsExpo in Silicon Valley. Learn what is going on, contribute to the discussions, and ensure that your enterprise is as "IoT-Ready" as it can be! Internet of @ThingsExpo, taking place Nov 3-5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA, is co-located with 17th Cloud Expo and will feature technical sessions from a rock star conference faculty and the leading industry players in the world. The Internet of Things (IoT) is the most profound change in personal an...
17th Cloud Expo, taking place Nov 3-5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA, will feature technical sessions from a rock star conference faculty and the leading industry players in the world. Cloud computing is now being embraced by a majority of enterprises of all sizes. Yesterday's debate about public vs. private has transformed into the reality of hybrid cloud: a recent survey shows that 74% of enterprises have a hybrid cloud strategy. Meanwhile, 94% of enterprises are using some form of XaaS – software, platform, and infrastructure as a service.
The 17th International Cloud Expo has announced that its Call for Papers is open. 17th International Cloud Expo, to be held November 3-5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA, brings together Cloud Computing, APM, APIs, Microservices, Security, Big Data, Internet of Things, DevOps and WebRTC to one location. With cloud computing driving a higher percentage of enterprise IT budgets every year, it becomes increasingly important to plant your flag in this fast-expanding business opportunity. Submit your speaking proposal today!
In his keynote at 16th Cloud Expo, Rodney Rogers, CEO of Virtustream, discusses the evolution of the company from inception to its recent acquisition by EMC – including personal insights, lessons learned (and some WTF moments) along the way. Learn how Virtustream’s unique approach of combining the economics and elasticity of the consumer cloud model with proper performance, application automation and security into a platform became a breakout success with enterprise customers and a natural fit for the EMC Federation.