Welcome!

IBM Cloud Authors: Elizabeth White, Sematext Blog, Pat Romanski, Carmen Gonzalez, Yeshim Deniz

News Feed Item

Lenovo supera o mercado no 4o trimestre e no ano completo de 2013/14

O Grupo Lenovo divulgou hoje os resultados do seu quarto trimestre fiscal e do ano encerrado em 31 de março de 2014. Com as vendas do ano tendo atingido o recorde de US$ 38,7 bilhões, uma alta de 14% em relação ao ano anterior, rendimento bruto de US$ 1,01 bilhão, 27% mais que no ano anterior, e ganhos recordes do ano completo de US$ 817 milhões, uma alta de 29%, a Lenovo teve um ano realmente excepcional.

A Lenovo ampliou sua posição de líder número um em computadores, acrescentando 2,1 pontos da quota de mercado para publicar uma quota total recorde de 17,7% para o ano completo, o que representa 5% de crescimento em relação ao ano anterior, em contraste com o declínio mundial de 8% do setor durante o mesmo período. Mesmo quando o mercado de computadores da China desacelerou, o lucro operacional da Lenovo na China PC melhorou 1 ponto percentual. A região da Ásia-Pacífico teve uma participação recorde de quase 15% e, ao mesmo tempo, melhorou sua rentabilidade. Pela primeira vez, a receita da Lenovo na região da EMEA superou sua receita de computadores na China no trimestre, enquanto que nos EUA, a Lenovo superou a Apple ao assumir a terceira posição em vendas de computadores no quarto trimestre. Com 20 trimestres consecutivos de crescimento no mercado de computadores pessoais, a Lenovo continuou a mostrar que pode apresentar um crescimento rápido em vendas absolutas e em métricas de quota de mercado relativa.

Ao combinar tablets e computadores na categoria “PC + Tablet”, a Lenovo vendeu um número recorde de 64 milhões de dispositivos, uma alta de cerca de 18% no ano, e ultrapassou esse mercado em mais de 13 pontos percentuais. A Lenovo publicou um volume recorde total de dispositivos de 114 milhões, uma alta de 37% em relação ao ano anterior. Este foi o 4o trimestre consecutivo em que a Lenovo vendeu mais tablets e smartphones do que computadores. Tais fatos ilustram a transformação da Lenovo como líder em dispositivos conectados inteligentes.

“As vendas e lucros recordes que nós apresentamos no ano passado provam que a Lenovo pode crescer e cumprir seus compromissos, independentemente das condições de mercado”, disse Yuanqing Yang, Presidente e Diretor Executivo da Lenovo. “Nós não só fortalecemos a nossa posição de liderança em computadores, mas ganhamos três pontos em tablets ao quadruplicar o volume de vendas, e nos tornamos a principal empresa de smartphones em mais rápido crescimento no mundo. Isso demonstra a nossa capacidade de gerir tanto os negócios que já estão amadurecidos como aqueles que estão alcançando a maturidade. Enquanto isso, nós estamos desenvolvendo novos fatores de impulsão para o crescimento na empresa e no ecossistema. Através da combinação de nossos negócios existentes e novos, a Lenovo oferece hoje um grande valor para os acionistas, e o nosso valor será ainda maior no futuro.”

O lucro bruto para o ano completo encerrado foi de US$ 5,06 bilhões, uma alta de 14% em relação ao ano anterior. A margem bruta foi de 13,1%, enquanto o lucro operacional para o ano fiscal foi de US$ 1,05 bilhão, um salto de 32% em relação ao ano anterior.

A Lenovo teve receitas recordes para o quarto trimestre de US$ 9,4 bilhões, um crescimento de 19% em relação ao ano anterior. A Lenovo obteve receita bruta de US$ 212 milhões durante o quarto trimestre fiscal, uma alta de 28% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro bruto da empresa para o quarto trimestre fiscal cresceu para US$ 1,24 bilhão, um aumento de 18% em relação ao ano anterior. A margem bruta foi de 13,3%. O lucro operacional do quarto trimestre foi de US$ 231 milhões, 37% superior ao ano anterior, enquanto os ganhos aumentaram 25% em relação ao ano anterior, para US$ 158 milhões. Comparado com um declínio geral do setor de mais de 4,6% em relação ao quarto trimestre fiscal do ano anterior, as vendas da Lenovo cresceram a um prêmio de 15 pontos em relação ao mercado.

Os ganhos básicos por ação no quarto trimestre fiscal foram de 1,53 centavos de dólar americano, ou 11,87 centavos de dólar de Hong Kong. A diretoria da Lenovo informou dividendos finais de 2,32 centavos de dólar americano, ou 18 centavos de dólar de Hong Kong, por ação no ano fiscal encerrado em 31 de março de 2014.

VISÃO GEOGRÁFICA GERAL

  • A Lenovo China melhorou sua margem operacional do quarto trimestre em 0,8 pontos para 5,5%. Com US$ 3,1 bilhões em vendas consolidadas no quarto trimestre fiscal, a China foi responsável por 33% das vendas mundiais da empresa. A Lenovo protegeu a sua liderança em computadores pessoais com uma participação de 32,6%, com as margens de computadores pessoais melhorando 1,1 ponto com remessas estabilizadas e aumento do preço médio de venda. A China continua investindo no impulso em dispositivos conectados inteligentes para captar oportunidades de 4G e Smart TVs.
  • Na região Ásia-Pacífico/América Latina, a Lenovo alcançou uma fatia de mercado de 15,6% no quarto trimestre fiscal, um crescimento de 2,1 pontos em relação ao ano anterior. Embora o mercado regional de computadores tenha melhorado, com uma queda de apenas 1,5% em relação ao ano anterior, a empresa aumentou suas remessas de computadores para toda a região em 14%. A Lenovo permaneceu em primeiro lugar no Japão com um crescimento enorme de 35% nas remessas. As vendas consolidadas de toda a região totalizaram US$ 1,7 bilhão, ou 19%, das vendas mundiais da Lenovo, enquanto as margens operacionais aumentaram 1,3 pontos para 2,7%.
  • A Lenovo na Europa, Oriente Médio e África aumentou as remessas durante o quarto trimestre para 33,3% e desenvolveu um impulso mais forte em toda a região. A região da EMEA alcançou uma quota de mercado de 15,8%, aumentando as remessas em 4 pontos em relação ao ano anterior, ou um prêmio de quase 34 pontos para o mercado. A empresa obteve vendas consolidadas de US$ 2,6 bilhões no quarto trimestre, um aumento de 39% em relação ao ano anterior, e bom para 27% do total de vendas da Lenovo em todo o mundo. A margem de lucro operacional foi de vigorosos 2,9%, um aumento de 1,0 ponto em relação ao ano anterior.
  • As remessas de computadores da Lenovo na América do Norte no quarto trimestre fiscal aumentaram 18% em relação ao ano anterior, em um mercado que caiu cerca de 8%. Nesse ambiente, a empresa aumentou 2,5 pontos de participação para uma participação recorde de mercado de 11,4%. As vendas consolidadas cresceram 23% em relação ao ano anterior para aproximadamente US$ 2 bilhões no quarto trimestre, impulsionadas por um forte crescimento em todos os produtos. Isso representou 21% das vendas mundiais da Lenovo. Nos EUA, durante o quarto trimestre, a Lenovo ultrapassou a Apple em unidades de computador, enquanto alcançou o terceiro lugar pela primeira vez neste mercado crítico com uma participação recorde de 10,8%. A empresa continua investindo em seus negócios em rápido crescimento no Brasil e na América Latina.

VISÃO GERAL DO PRODUTO

  • As vendas consolidadas dos negócios de laptops da Lenovo em todo o mundo no quarto trimestre fiscal totalizaram US$ 4,8 bilhões, uma alta de 16% em relação ao ano anterior, o que representa 51% das vendas totais da empresa. Durante o mesmo período, as remessas de laptop da Lenovo em todo o mundo aumentaram 12,9%, em comparação a uma queda geral de 5,8% do setor. No quarto trimestre fiscal, a Lenovo anunciou sua mais nova versão do ThinkPad X1 Carbon, o mais leve ultrabook de 14 polegadas do mundo. Construído com o mesmo material resistente mas leve de aviões e carros de corrida, a caixa de fibra de carbono do X1 Carbon pesa menos que o magnésio ou o alumínio, mas é mais forte que ambos. A empresa também anunciou a série de laptops ThinkPad 11e, concebida especificamente para educação e reforçada para o desempenho K-12 em sala de aula.
  • Durante o quarto trimestre fiscal, as remessas de computadores de mesa da Lenovo aumentaram 6,8% no mundo em relação ao ano anterior, em comparação a um declínio de 3,1% do setor em todo o mundo. As vendas consolidadas de computadores de mesa da Lenovo para o mesmo período aumentaram 14%, atingindo US$ 2,7 bilhões, ou 29% das vendas totais da empresa em todo o mundo. No quarto trimestre fiscal, a Lenovo anunciou o computador de mesa C560 tudo em um (all-in-one, AIO), um equipamento com tela grande ideal para famílias, computador multitouch para casa que dobra em trabalho e lazer, bem como o ThinkVision Pro2840m, repleto de recursos, tela de 28 polegadas, resolução profissional 4K, e o ThinkVision 28, uma tela inteligente que não é apenas um monitor de ultra definição, mas é também um centro de entretenimento compatível com Android.
  • A Lenovo teve remessas sólidas e manteve-se como o segundo fabricante de smartphones da China, com um rápido crescimento em todas as suas linhas de produto Mobile Internet e Digital Home (MIDH). Durante o quarto trimestre fiscal, as vendas consolidadas de MIDH aumentaram 71% para US$ 1,3 bilhão em relação ao ano anterior, ou 13% das vendas globais da empresa. As remessas mundiais de smartphones da empresa cresceram 59,4% no quarto trimestre, superando o mercado mundial em 28%. A empresa também superou o mercado da China, pois trabalhou para captar oportunidades 4G/LTE ao expandir seu próprio ecossistema da loja Lenovo App. Até agora, a loja já apresentou 6 bilhões de downloads. Ela tem uma média de 25 milhões de downloads por dia. O aplicativo SHAREit da Lenovo ganhou o prêmio Mobile World Congress de melhor aplicativo, e foi o primeiro aplicativo desenvolvido pela Lenovo a alcançar 100 milhões de usuários.

No quarto trimestre fiscal, a Lenovo lançou vários smartphones, incluindo o seu primeiro smartphone, o Lenovo Vibe Z, um dispositivo superfino, incrivelmente rápido, equipado com controles de gesto, software de melhoria de fotos e outras tecnologias superiores. A empresa também anunciou o novo Yoga Tablet de 10 polegadas HD+, um dispositivo multimodo que infunde o tablet Yoga original da Lenovo com uma tela full HD, processador Qualcomm Snapdragon, câmera de alta resolução e uma incrível bateria de vida útil de aproximadamente 18 horas sob certas condições.

SOBRE A LENOVO

A Lenovo (HKSE: 0992) (PINK SHEETS: LNVGY) é uma empresa de tecnologia pessoal avaliada em US$ 39 bilhões – a maior empresa de computadores do mundo, que atende clientes em mais de 160 países. Dedicados a produzir dispositivos de internet móvel e computadores excepcionalmente projetados, os negócios da Lenovo são criados a partir de inovação de produtos, uma cadeia global de suprimentos altamente eficiente e forte execução estratégica. Formada com a aquisição da antiga divisão de computadores pessoais da IBM pelo Grupo Lenovo, a empresa desenvolve, fabrica e comercializa serviços e produtos tecnológicos fáceis de usar, seguros, confiáveis e de alta qualidade. Suas linhas de produtos incluem os lendários computadores de consumo da marca Idea e os computadores comerciais da marca Think, além de servidores, estações de trabalho e uma família de dispositivos de internet móvel que inclui tablets e smartphones. A Lenovo, uma empresa mundial listada no ranking Fortune 500, possui importantes centros de pesquisa em Yamato, no Japão, em Pequim, Xangai e Shenzhen, na China, em São Paulo no Brasil, e em Raleigh, na Carolina do Norte, EUA. Para obter mais informações, acesse www.lenovo.com.

 

GRUPO LENOVO

RESUMO FINANCEIRO

Para o quarto trimestre e o ano fiscal completo encerrado em 31 de março de 2014

(em milhões de US$, exceto para dados de participação acionária)

   
 
Quarto trimestre de 2013/2014

Quarto trimestre de 2012/2013

Mudança em relação ao ano anterior

Ano completo 2013/2014

Mudança em relação ao ano anterior
Receita 9.357 7.832 19% 38.707 14%
Lucro bruto 1.244 1.052 18% 5.064 14%
Margem de lucro bruto 13,3% 13,4% -0,1 pontos 13,1% NIL
Despesas operacionais (1.013) (883) 15% (4.012) 11%
Índice de despesas para receita 10,8% 11,3% -0,5 ponto 10,4% -0,3 pontos
Lucro operacional 231 169 37% 1.052 32%
Outras despesas não operacionais (19) (3) 503% (38) NA
Receita bruta 212 166 28% 1.014 27%
Tributação (44) (42) 7% (197) 16%
Lucro no período 168 124 35% 817 29%
Participação minoritária (10) 3 NA - NA
Lucro atribuível aos acionistas 158 127 25% 817 29%

EPS (centavos de USD)
Básico
Diluído

1,53

1,51

1,22

1,20

0,31

0,31

7,88

7,78

1,72

1,71

Dividendos por ação (centavos de $HK)       24 5,5
 

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

More Stories By Business Wire

Copyright © 2009 Business Wire. All rights reserved. Republication or redistribution of Business Wire content is expressly prohibited without the prior written consent of Business Wire. Business Wire shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

@ThingsExpo Stories
"We build IoT infrastructure products - when you have to integrate different devices, different systems and cloud you have to build an application to do that but we eliminate the need to build an application. Our products can integrate any device, any system, any cloud regardless of protocol," explained Peter Jung, Chief Product Officer at Pulzze Systems, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held November 1-3, 2016, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA.
The cloud promises new levels of agility and cost-savings for Big Data, data warehousing and analytics. But it’s challenging to understand all the options – from IaaS and PaaS to newer services like HaaS (Hadoop as a Service) and BDaaS (Big Data as a Service). In her session at @BigDataExpo at @ThingsExpo, Hannah Smalltree, a director at Cazena, provided an educational overview of emerging “as-a-service” options for Big Data in the cloud. This is critical background for IT and data professionals...
Internet of @ThingsExpo has announced today that Chris Matthieu has been named tech chair of Internet of @ThingsExpo 2017 New York The 7th Internet of @ThingsExpo will take place on June 6-8, 2017, at the Javits Center in New York City, New York. Chris Matthieu is the co-founder and CTO of Octoblu, a revolutionary real-time IoT platform recently acquired by Citrix. Octoblu connects things, systems, people and clouds to a global mesh network allowing users to automate and control design flo...
The WebRTC Summit New York, to be held June 6-8, 2017, at the Javits Center in New York City, NY, announces that its Call for Papers is now open. Topics include all aspects of improving IT delivery by eliminating waste through automated business models leveraging cloud technologies. WebRTC Summit is co-located with 20th International Cloud Expo and @ThingsExpo. WebRTC is the future of browser-to-browser communications, and continues to make inroads into the traditional, difficult, plug-in web co...
Amazon has gradually rolled out parts of its IoT offerings, but these are just the tip of the iceberg. In addition to optimizing their backend AWS offerings, Amazon is laying the ground work to be a major force in IoT - especially in the connected home and office. In his session at @ThingsExpo, Chris Kocher, founder and managing director of Grey Heron, explained how Amazon is extending its reach to become a major force in IoT by building on its dominant cloud IoT platform, its Dash Button strat...
Complete Internet of Things (IoT) embedded device security is not just about the device but involves the entire product’s identity, data and control integrity, and services traversing the cloud. A device can no longer be looked at as an island; it is a part of a system. In fact, given the cross-domain interactions enabled by IoT it could be a part of many systems. Also, depending on where the device is deployed, for example, in the office building versus a factory floor or oil field, security ha...
In addition to all the benefits, IoT is also bringing new kind of customer experience challenges - cars that unlock themselves, thermostats turning houses into saunas and baby video monitors broadcasting over the internet. This list can only increase because while IoT services should be intuitive and simple to use, the delivery ecosystem is a myriad of potential problems as IoT explodes complexity. So finding a performance issue is like finding the proverbial needle in the haystack.
The idea of comparing data in motion (at the sensor level) to data at rest (in a Big Data server warehouse) with predictive analytics in the cloud is very appealing to the industrial IoT sector. The problem Big Data vendors have, however, is access to that data in motion at the sensor location. In his session at @ThingsExpo, Scott Allen, CMO of FreeWave, discussed how as IoT is increasingly adopted by industrial markets, there is going to be an increased demand for sensor data from the outermos...
Data is the fuel that drives the machine learning algorithmic engines and ultimately provides the business value. In his session at 20th Cloud Expo, Ed Featherston, director/senior enterprise architect at Collaborative Consulting, will discuss the key considerations around quality, volume, timeliness, and pedigree that must be dealt with in order to properly fuel that engine.
In his general session at 19th Cloud Expo, Manish Dixit, VP of Product and Engineering at Dice, discussed how Dice leverages data insights and tools to help both tech professionals and recruiters better understand how skills relate to each other and which skills are in high demand using interactive visualizations and salary indicator tools to maximize earning potential. Manish Dixit is VP of Product and Engineering at Dice. As the leader of the Product, Engineering and Data Sciences team at D...
SYS-CON Events has announced today that Roger Strukhoff has been named conference chair of Cloud Expo and @ThingsExpo 2017 New York. The 20th Cloud Expo and 7th @ThingsExpo will take place on June 6-8, 2017, at the Javits Center in New York City, NY. "The Internet of Things brings trillions of dollars of opportunity to developers and enterprise IT, no matter how you measure it," stated Roger Strukhoff. "More importantly, it leverages the power of devices and the Internet to enable us all to im...
Whether your IoT service is connecting cars, homes, appliances, wearable, cameras or other devices, one question hangs in the balance – how do you actually make money from this service? The ability to turn your IoT service into profit requires the ability to create a monetization strategy that is flexible, scalable and working for you in real-time. It must be a transparent, smoothly implemented strategy that all stakeholders – from customers to the board – will be able to understand and comprehe...
"Once customers get a year into their IoT deployments, they start to realize that they may have been shortsighted in the ways they built out their deployment and the key thing I see a lot of people looking at is - how can I take equipment data, pull it back in an IoT solution and show it in a dashboard," stated Dave McCarthy, Director of Products at Bsquare Corporation, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held November 1-3, 2016, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA.
What happens when the different parts of a vehicle become smarter than the vehicle itself? As we move toward the era of smart everything, hundreds of entities in a vehicle that communicate with each other, the vehicle and external systems create a need for identity orchestration so that all entities work as a conglomerate. Much like an orchestra without a conductor, without the ability to secure, control, and connect the link between a vehicle’s head unit, devices, and systems and to manage the ...
Everyone knows that truly innovative companies learn as they go along, pushing boundaries in response to market changes and demands. What's more of a mystery is how to balance innovation on a fresh platform built from scratch with the legacy tech stack, product suite and customers that continue to serve as the business' foundation. In his General Session at 19th Cloud Expo, Michael Chambliss, Head of Engineering at ReadyTalk, discussed why and how ReadyTalk diverted from healthy revenue and mor...
As data explodes in quantity, importance and from new sources, the need for managing and protecting data residing across physical, virtual, and cloud environments grow with it. Managing data includes protecting it, indexing and classifying it for true, long-term management, compliance and E-Discovery. Commvault can ensure this with a single pane of glass solution – whether in a private cloud, a Service Provider delivered public cloud or a hybrid cloud environment – across the heterogeneous enter...
Financial Technology has become a topic of intense interest throughout the cloud developer and enterprise IT communities. Accordingly, attendees at the upcoming 20th Cloud Expo at the Javits Center in New York, June 6-8, 2017, will find fresh new content in a new track called FinTech.
You have great SaaS business app ideas. You want to turn your idea quickly into a functional and engaging proof of concept. You need to be able to modify it to meet customers' needs, and you need to deliver a complete and secure SaaS application. How could you achieve all the above and yet avoid unforeseen IT requirements that add unnecessary cost and complexity? You also want your app to be responsive in any device at any time. In his session at 19th Cloud Expo, Mark Allen, General Manager of...
The 20th International Cloud Expo has announced that its Call for Papers is open. Cloud Expo, to be held June 6-8, 2017, at the Javits Center in New York City, brings together Cloud Computing, Big Data, Internet of Things, DevOps, Containers, Microservices and WebRTC to one location. With cloud computing driving a higher percentage of enterprise IT budgets every year, it becomes increasingly important to plant your flag in this fast-expanding business opportunity. Submit your speaking proposal ...
Bert Loomis was a visionary. This general session will highlight how Bert Loomis and people like him inspire us to build great things with small inventions. In their general session at 19th Cloud Expo, Harold Hannon, Architect at IBM Bluemix, and Michael O'Neill, Strategic Business Development at Nvidia, discussed the accelerating pace of AI development and how IBM Cloud and NVIDIA are partnering to bring AI capabilities to "every day," on-demand. They also reviewed two "free infrastructure" pr...