Click here to close now.




















Welcome!

IBM Cloud Authors: Pat Romanski, Elizabeth White, Carmen Gonzalez, XebiaLabs Blog, Liz McMillan

News Feed Item

Lenovo alcança um forte crescimento e atinge marcos no primeiro trimestre de 2014/15

O Grupo Lenovo informou hoje os resultados do primeiro trimestre fiscal concluído em 30 de junho de 2014, com receitas trimestrais de US$ 10,4 bilhões, um aumento de 18% ano-a-ano, enquanto a receita trimestral antes de impostos cresceu 22 por cento no ano-a-ano para US$ 264 milhões. Os lucros cresceram 23 por cento ano-a-ano para US$ 214 milhões, enquanto a empresa atingiu metas de participação de mercado e desempenho financeiro.

A Lenovo manteve sua terceira colocação no ranking em dispositivos inteligentes conectados, aumentando as vendas em 28 por cento ano-a-ano. Foi o maior fabricante mundial de PC por cinco trimestres consecutivos com a quota de mercado trimestral mais elevada que nunca, de 19,4 por cento* um aumento de 2,7 pontos ano-a-ano, impulsionado por grandes ganhos de participação em EMEA e nas Américas. As vendas de computadores pela Lenovo no primeiro trimestre subiram 15 por cento, totalizando 14,5 milhões de unidades, o 21º trimestre consecutivo em que a Lenovo supera a indústria como um todo. Em tablets, a Lenovo tornou-se o 3º maior fornecedor, com 2,3 milhões de dispositivos expedidos, um crescimento de 67 por cento, ou cerca de 8 vezes o ritmo deste mercado. Em smartphones, a Lenovo vendeu mais smartphones do que PCs pela primeira vez com o volume recorde de 15,8 milhões de unidades, um aumento de 39 por cento. Apesar da concorrência feroz na China, a Lenovo tornou-se o fornecedor de smartphones número 1 no país, com 13 milhões de celulares vendidos.

O lucro bruto da empresa no primeiro trimestre fiscal aumentou 13% em relação ao ano anterior para US$ 1,3 bilhão, com margem bruta de 13%. O lucro operacional do trimestre aumentou 40% ano-a-ano, totalizando US$ 283 milhões. Os ganhos básicos por ação no primeiro trimestre fiscal foram de 2,06 centavos de dólar, ou 15,97 centavos de HK (dólar de Hong Kong). As reservas líquidas de caixa em 30 de junho de 2014 totalizaram US$ 3,58 bilhões.

"Este tem sido um trimestre de marcos para a Lenovo - quota PC recorde, número três no ranking de tablets em todo o mundo pela primeira vez, e ainda mais forte, a quarta posição mundial em smartphones", disse Yuanqing Yang, presidente e CEO da Lenovo. "Enquanto a indústria de PC se recupera, o mercado de smartphones continua a sua mudança de premium para principal concorrente e nossas aquisições da Motorola Mobility e IBM x86 avançam em direção à conclusão, vemos ainda mais oportunidades para continuar crescendo rapidamente. A Lenovo continua a superar o mercado e satisfazer os nossos compromissos para melhorar a rentabilidade em nossos negócios principais, enquanto a construção de pilares fortes para o crescimento futuro em todo o nosso portfólio."

VISÃO GEOGRÁFICA GERAL

A Lenovo China registrou US$ 3,8 bilhões em receitas no primeiro trimestre fiscal, um aumento de 2% ano-a-ano, representando 36% das receitas da empresa no mundo. A Lenovo protegeu as receitas da China e as margens melhoraram lá em 0,3 pontos ano-a-ano até alcançar as margens operacionais de 5,5 por cento. Operacionalmente, reforçou sua liderança em PCs com 37,1% de participação. De acordo com a IDC, a Lenovo ultrapassou a Samsung para se tornar a maior fabricante de smartphones no país. Em dispositivos móveis, a Lenovo continuou a melhorar a rentabilidade com rotas ampliadas para o mercado e um maior foco em vendas pela Internet, de mercado aberto.

Na Europa/Oriente Médio/África (EMEA), a Lenovo teve um trimestre extremamente forte com o aumento das receitas de 49 por cento, ou US$ 921 milhões ano-a-ano para chegar a US$2,8 bilhões, ou 27 por cento da receita mundial da Lenovo no primeiro trimestre. A EMEA viu recordes de participação de PC e margem operacional, atingindo a posição número um em notebooks pela primeira vez e alcançando a primeira posição em 15 países da EMEA, enquanto as expedições de smartphones ultrapassaram 1 milhão de dispositivos pela primeira vez. Durante o trimestre, as vendas de PCs da Lenovo na EMEA aumentaram 4,8 pontos de participação ano-a-ano no trimestre para chegar ao mais alto de todos os tempos, de 18 por cento.

Na região da Ásia-Pacífico, a receita da Lenovo foi de US$ 270 milhões e totalizou US$ 1,6 bilhão no primeiro trimestre, ou 15% da receita mundial da empresa. A participação no mercado de PCs da Lenovo na Ásia-Pacífico cresceu quase dois pontos de participação ano-a-ano para chegar a 15 por cento. As expedições de smartphones na região foram de 1,5 milhões de unidades, um aumento de 3,7 vezes do mesmo período do ano anterior. Margem de lucro operacional na região foi de 4,1 por cento, drasticamente acima de 0,9 por cento um ano antes. Lenovo reforçou sua posição de número um no Japão, enquanto um melhor desempenho neste mercado levou a robustas melhorias de rentabilidade da região.

A receita nas Américas foi de US$ 2,2 bilhões no primeiro trimestre fiscal, um aumento de 19% em relação ao ano anterior, correspondendo a 22% da receita mundial da empresa. A margem de lucro operacional foi de 1,1 por cento, uma redução de 0,3 ponto em relação ao ano passado, quando a empresa continuou investindo na América Latina e no Brasil. A região Américas viu uma elevada quota de mercado PC recorde de 12,5 por cento, 23,7 por cento acima ou 3 pontos de participação de mercado ano-a-ano, bem como a participação recorde nos Estados Unidos, de 11,3 por cento, o que significa 1,5 pontos ano-a-ano .

VISÃO GERAL DO PRODUTO

Durante o primeiro trimestre fiscal, os computadores portáteis da Lenovo geraram 49 por cento da receita total da Lenovo. Em todo o setor, as expedições de laptops caíram 3,7 por cento ano-a-ano, uma melhoria em relação ao ano anterior, quando as quedas foram de cerca de 13 por cento ano-a-ano impulsionada pela atualização nas empresas e inovações na categoria. Ajudadas por esta tendências estabilizadora, as vendas consolidadas dos negócios de notebooks da Lenovo no mundo totalizaram no primeiro trimestre fiscal US$ 5,1 bilhões, um aumento de 12% ao ano. A empresa ganhou quase quatro pontos de participação e alcançou uma participação de mercado de 21%. Durante o primeiro trimestre, a Lenovo anunciou o ThinkPad 10, um tablet profissional de dez polegadas multimodo idealmente indicada para usuários de negócios, bem como os primeiros Chromebooks da empresa para consumidores, o N20 e N20p. Estes Chromebooks oferecem aos consumidores duas maneiras de aproveitar a experiência Chrome em uma forma fina e leve. A Lenovo também introduziu o laptop B50 para as pequenas empresas, e os laptops Z40 e Z50 para usuários mais focados em entretenimento.

A Lenovo assumiu a primeira posição em vendas de PC de mesa, que subiram 12,1 por cento ano-a-ano durante o primeiro trimestre fiscal, em comparação com um aumento geral do setor de 2,4 por cento. O aumento de 1,5 ponto de participação no ano-a-ano deu à Lenovo uma quota de mercado de desktop de 17,5 por cento. As vendas consolidadas dos PCs de mesa da Lenovo aumentaram 20 por cento ano-a-ano no primeiro trimestre para US$ 3,0 bilhões, ou 29 por cento da receita total de vendas da Lenovo. Durante o primeiro trimestre, a Lenovo introduziu vários novos PCs de mesa, começando com o desktop da Série A A540 AIO (all-in-one) desenvolvido para famílias e equipados com os mais recentes recursos de áudio e vídeo para desfrutar de conteúdo digital. A Lenovo também revelou sua recém-remodelada workstation básica ThinkStation P300, com uma flexibilidade incomparável, ideal para profissionais que precisam de um hardware de certificação de aplicações ISV a um preço razoável.

As vendas consolidadas dos produtos Mobile Device Business**da Lenovo, incluindo smartphones e tablets, aumentaram 32 por cento ano-a-ano durante o primeiro trimestre fiscal para US$ 1,6 bilhão, representando 15 por cento da receita total da empresa durante o trimestre. Na China, a Lenovo alcançou a posição número um em smartphones, e tornou-se a fabricante de tablets número 3 a nível mundial. Durante o trimestre, a Lenovo anunciou vários novos tablets Android série A, oferecendo configurações e tamanhos de tela para corresponder às necessidades dos consumidores, tanto para tablets ultra-portáteis e artistas multimídia. O portfólio inclui o TAB de sete polegadas A7-50, o TAB A8 de oito polegadas e o TAB A10 de dez polegadas, equipados com um teclado Bluetooth opcional.

A Lenovo continua a impulsionar a inovação em Smart Devices conectados, com um novo e empolgante smartphone, produtos empresariais e de ecossistema que chegarão na segunda metade de seu ano fiscal. A Lenovo está explorando novas oportunidades de crescimento centradas na Internet, conforme evidenciado no recente anúncio da plataforma de Desenvolvimento de Novos Negócios (NBD), onde a Lenovo está atraindo parceiros para impulsionar a inovação em novas categorias de hardware. Por fim, os esforços da Lenovo em ambas as transações de negócios Motorola Mobility e IBM servidores x86 permanecem em andamento e a empresa continua confiante em concluir ambas antes do final do ano.

* Veja os dados IDC do 2º trimestre de 2014, todos os dados de participação de mercado da IDC

** Anteriormente essas receitas foram informadas sob Mobile Internet e Digital Home (MIDH). A partir deste trimestre, será informado sob o título Dispositivo Móvel de Negócios.

SOBRE A LENOVO

A Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY) é uma empresa de tecnologia pessoal avaliada em US$ 39 bilhões – a maior empresa de computadores do mundo, que atende clientes em mais de 160 países. Dedicados a produzir dispositivos de internet móvel e computadores excepcionalmente projetados, os negócios da Lenovo são criados a partir de inovação de produtos, uma cadeia global de suprimentos altamente eficiente e forte execução estratégica. Formada com a aquisição da antiga divisão de computadores pessoais da IBM pelo Grupo Lenovo, a empresa desenvolve, fabrica e comercializa serviços e produtos tecnológicos fáceis de usar, seguros, confiáveis e de alta qualidade. Suas linhas de produtos incluem os lendários computadores de consumo da marca Idea e os computadores comerciais da marca Think, além de servidores, estações de trabalho e uma família de dispositivos de internet móvel que inclui tablets e smartphones. A Lenovo, uma empresa mundial listada no ranking Fortune 500, possui importantes centros de pesquisa em Yamato, no Japão, em Pequim, Xangai e Shenzhen, na China, em São Paulo no Brasil, e em Raleigh, na Carolina do Norte, EUA. Para obter mais informações, acesse www.lenovo.com.

GRUPO LENOVO

RESUMO FINANCEIRO

Para o trimestre fiscal encerrado em 30 de junho de 2014

(em milhões de US$, exceto para dados de participação acionária)

     
 
Primeiro trimestre
14/15

Primeiro trimestre
13/14

Mudança em relação ao ano anterior
Receita 10.395   8.787   18 %
Lucro bruto 1.349   1.191   13 %
Margem de lucro bruto 13,0 % 13,6 % -0,6pts
Despesas operacionais (1.066 ) (989 ) 8 %
Relação Despesas/receita 10,3 % 11,3 % -1,0pts
Lucro operacional 283   202   40 %
Outras despesas/rendimentos não operacionais (19 ) 13   Não consta  
Receita bruta 264   215   22 %
Tributação (53 ) (45 ) 17 %
Lucro no período 211   170   24 %
Participação minoritária 3   4   -27 %
Lucro atribuível aos acionistas 214   174   23 %
EPS (centavos de dólar)
Básico
Diluído

2,06

2,03

 

1,67

1,65

 

0,39

0,38

 

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

More Stories By Business Wire

Copyright © 2009 Business Wire. All rights reserved. Republication or redistribution of Business Wire content is expressly prohibited without the prior written consent of Business Wire. Business Wire shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

@ThingsExpo Stories
For IoT to grow as quickly as analyst firms’ project, a lot is going to fall on developers to quickly bring applications to market. But the lack of a standard development platform threatens to slow growth and make application development more time consuming and costly, much like we’ve seen in the mobile space. In his session at @ThingsExpo, Mike Weiner, Product Manager of the Omega DevCloud with KORE Telematics Inc., discussed the evolving requirements for developers as IoT matures and conducted a live demonstration of how quickly application development can happen when the need to comply wit...
Explosive growth in connected devices. Enormous amounts of data for collection and analysis. Critical use of data for split-second decision making and actionable information. All three are factors in making the Internet of Things a reality. Yet, any one factor would have an IT organization pondering its infrastructure strategy. How should your organization enhance its IT framework to enable an Internet of Things implementation? In his session at @ThingsExpo, James Kirkland, Red Hat's Chief Architect for the Internet of Things and Intelligent Systems, described how to revolutionize your archit...
SYS-CON Events announced today that HPM Networks will exhibit at the 17th International Cloud Expo®, which will take place on November 3–5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA. For 20 years, HPM Networks has been integrating technology solutions that solve complex business challenges. HPM Networks has designed solutions for both SMB and enterprise customers throughout the San Francisco Bay Area.
MuleSoft has announced the findings of its 2015 Connectivity Benchmark Report on the adoption and business impact of APIs. The findings suggest traditional businesses are quickly evolving into "composable enterprises" built out of hundreds of connected software services, applications and devices. Most are embracing the Internet of Things (IoT) and microservices technologies like Docker. A majority are integrating wearables, like smart watches, and more than half plan to generate revenue with APIs within the next year.
The Internet of Everything (IoE) brings together people, process, data and things to make networked connections more relevant and valuable than ever before – transforming information into knowledge and knowledge into wisdom. IoE creates new capabilities, richer experiences, and unprecedented opportunities to improve business and government operations, decision making and mission support capabilities.
Growth hacking is common for startups to make unheard-of progress in building their business. Career Hacks can help Geek Girls and those who support them (yes, that's you too, Dad!) to excel in this typically male-dominated world. Get ready to learn the facts: Is there a bias against women in the tech / developer communities? Why are women 50% of the workforce, but hold only 24% of the STEM or IT positions? Some beginnings of what to do about it! In her Opening Keynote at 16th Cloud Expo, Sandy Carter, IBM General Manager Cloud Ecosystem and Developers, and a Social Business Evangelist, d...
In his keynote at 16th Cloud Expo, Rodney Rogers, CEO of Virtustream, discussed the evolution of the company from inception to its recent acquisition by EMC – including personal insights, lessons learned (and some WTF moments) along the way. Learn how Virtustream’s unique approach of combining the economics and elasticity of the consumer cloud model with proper performance, application automation and security into a platform became a breakout success with enterprise customers and a natural fit for the EMC Federation.
The Internet of Things is not only adding billions of sensors and billions of terabytes to the Internet. It is also forcing a fundamental change in the way we envision Information Technology. For the first time, more data is being created by devices at the edge of the Internet rather than from centralized systems. What does this mean for today's IT professional? In this Power Panel at @ThingsExpo, moderated by Conference Chair Roger Strukhoff, panelists addressed this very serious issue of profound change in the industry.
Discussions about cloud computing are evolving into discussions about enterprise IT in general. As enterprises increasingly migrate toward their own unique clouds, new issues such as the use of containers and microservices emerge to keep things interesting. In this Power Panel at 16th Cloud Expo, moderated by Conference Chair Roger Strukhoff, panelists addressed the state of cloud computing today, and what enterprise IT professionals need to know about how the latest topics and trends affect their organization.
It is one thing to build single industrial IoT applications, but what will it take to build the Smart Cities and truly society-changing applications of the future? The technology won’t be the problem, it will be the number of parties that need to work together and be aligned in their motivation to succeed. In his session at @ThingsExpo, Jason Mondanaro, Director, Product Management at Metanga, discussed how you can plan to cooperate, partner, and form lasting all-star teams to change the world and it starts with business models and monetization strategies.
Converging digital disruptions is creating a major sea change - Cisco calls this the Internet of Everything (IoE). IoE is the network connection of People, Process, Data and Things, fueled by Cloud, Mobile, Social, Analytics and Security, and it represents a $19Trillion value-at-stake over the next 10 years. In her keynote at @ThingsExpo, Manjula Talreja, VP of Cisco Consulting Services, discussed IoE and the enormous opportunities it provides to public and private firms alike. She will share what businesses must do to thrive in the IoE economy, citing examples from several industry sectors.
There will be 150 billion connected devices by 2020. New digital businesses have already disrupted value chains across every industry. APIs are at the center of the digital business. You need to understand what assets you have that can be exposed digitally, what their digital value chain is, and how to create an effective business model around that value chain to compete in this economy. No enterprise can be complacent and not engage in the digital economy. Learn how to be the disruptor and not the disruptee.
Akana has released Envision, an enhanced API analytics platform that helps enterprises mine critical insights across their digital eco-systems, understand their customers and partners and offer value-added personalized services. “In today’s digital economy, data-driven insights are proving to be a key differentiator for businesses. Understanding the data that is being tunneled through their APIs and how it can be used to optimize their business and operations is of paramount importance,” said Alistair Farquharson, CTO of Akana.
Business as usual for IT is evolving into a "Make or Buy" decision on a service-by-service conversation with input from the LOBs. How does your organization move forward with cloud? In his general session at 16th Cloud Expo, Paul Maravei, Regional Sales Manager, Hybrid Cloud and Managed Services at Cisco, discusses how Cisco and its partners offer a market-leading portfolio and ecosystem of cloud infrastructure and application services that allow you to uniquely and securely combine cloud business applications and services across multiple cloud delivery models.
The enterprise market will drive IoT device adoption over the next five years. In his session at @ThingsExpo, John Greenough, an analyst at BI Intelligence, division of Business Insider, analyzed how companies will adopt IoT products and the associated cost of adopting those products. John Greenough is the lead analyst covering the Internet of Things for BI Intelligence- Business Insider’s paid research service. Numerous IoT companies have cited his analysis of the IoT. Prior to joining BI Intelligence, he worked analyzing bank technology for Corporate Insight and The Clearing House Payment...
"Optimal Design is a technology integration and product development firm that specializes in connecting devices to the cloud," stated Joe Wascow, Co-Founder & CMO of Optimal Design, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City.
SYS-CON Events announced today that CommVault has been named “Bronze Sponsor” of SYS-CON's 17th International Cloud Expo®, which will take place on November 3–5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA. A singular vision – a belief in a better way to address current and future data management needs – guides CommVault in the development of Singular Information Management® solutions for high-performance data protection, universal availability and simplified management of data on complex storage networks. CommVault's exclusive single-platform architecture gives companies unp...
Electric Cloud and Arynga have announced a product integration partnership that will bring Continuous Delivery solutions to the automotive Internet-of-Things (IoT) market. The joint solution will help automotive manufacturers, OEMs and system integrators adopt DevOps automation and Continuous Delivery practices that reduce software build and release cycle times within the complex and specific parameters of embedded and IoT software systems.
"ciqada is a combined platform of hardware modules and server products that lets people take their existing devices or new devices and lets them be accessible over the Internet for their users," noted Geoff Engelstein of ciqada, a division of Mars International, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City.
Internet of Things is moving from being a hype to a reality. Experts estimate that internet connected cars will grow to 152 million, while over 100 million internet connected wireless light bulbs and lamps will be operational by 2020. These and many other intriguing statistics highlight the importance of Internet powered devices and how market penetration is going to multiply many times over in the next few years.